Inscreva-se em nossa newsletter

Receba novos materiais diretamente por e-mail.

O Setor de Saúde como Pioneiro em Práticas ESG Responsáveis

O Setor de Saúde como Pioneiro em Práticas ESG Responsáveis

O setor de saúde está vivenciando uma revolução impulsionada por uma demanda crescente por práticas empresariais responsáveis. Este artigo destaca as oportunidades excepcionais que o setor de saúde está pronto para explorar ao expandir seus esforços para abraçar os pilares ambiental, social e de governança (ESG), ultrapassando o histórico foco exclusivo no pilar social.

ESG no Setor de Saúde

Uma pesquisa minuciosa realizada pelo Health Research Institute (HRI) da PwC analisou 45 sistemas de saúde e seguradoras, revelando a oportunidade substancial de aprimorar relatórios e narrativas em torno dos aspectos ESG. É crucial notar que as seguradoras com fins lucrativos estão liderando este movimento, sinalizando uma transformação profunda e inspiradora no setor.

Pilar Ambiental

O setor de saúde está destinado a desempenhar um papel fundamental na promoção da sustentabilidade ambiental. Exemplos concretos, como a adoção de anestésicos mais ecológicos e a iniciativa inovadora da Cardinal Health de reciclar dispositivos médicos, evidenciam como pequenas mudanças podem gerar impactos significativos. A redução da pegada de carbono, exemplificada pelo NYC Health + Hospitals, não só beneficia o meio ambiente, mas também resulta em ganhos financeiros substanciais. A OptumRx destaca-se ao introduzir embalagens sustentáveis, mostrando de maneira inovadora como a sustentabilidade pode ser incorporada em toda a cadeia de suprimentos do setor farmacêutico.

Pilar Social

Para além das iniciativas tradicionais, o setor de saúde possui o poder de impactar diretamente a comunidade. Parcerias exemplares, como a colaboração entre UnitedHealth Group, OptumRx e o estado do Kansas para a doação de medicamentos não utilizados, ilustram como ações sociais podem gerar resultados tangíveis. Investimentos em programas de combate ao uso indevido de opioides, como o implementado pela Blue Cross Blue Shield of Arizona, destacam o compromisso inequívoco com a saúde pública e comunitária.

Pilar de Governança

Apesar dos avanços em outros pilares, a governança demanda maior atenção no setor de saúde. Estratégias robustas de governança não apenas salvaguardam a reputação, mas também mitigam riscos legais. A adesão a frameworks de relatórios ESG, como GRI e Sasb, é vital para comunicar efetivamente os esforços da organização. A criação de cargos de liderança específicos para iniciativas ESG, ainda em desenvolvimento, pode impulsionar a integração destas práticas no cerne da cultura organizacional.

À medida que as expectativas em torno de práticas comerciais responsáveis aumentam, o setor de saúde se posiciona para liderar uma mudança significativa. Ampliar o foco para além do pilar social, abrangendo os aspectos ambiental e de governança, não apenas atende às demandas de investidores e reguladores, mas também constrói uma base sólida, evidenciando um compromisso crucial com um futuro mais saudável e sustentável. Esta abordagem holística não apenas fortalece a posição do setor no mercado, mas também contribui de maneira significativa para o bem-estar global, semeando um legado duradouro de responsabilidade e inovação.

Disponível em: <https://www.pwc.com.br/pt/estudos/setores-atividades/saude/assets/2021/ESG-para-organizacoes-de-saude-21_VF_19-10.pdf>. Acesso em: 25 jan. 2024.

Thaynara Ferreira

Thaynara Ferreira

Analista de Inbound Marketing e Eventos